Transamérica Hits 91,1 FM
 

NOTÍCIAS
02/10/2017
Além da mamografia, o Outubro Rosa alerta para a importância do autoexame
Acompanhar de perto a saúde das próprias mamas é fundamental para um processo de cura

Da Redação: Elaine Coutrin / faleconosco@radiotransamérica.com.br

 
O câncer de mama é o tipo mais comum e letal de câncer entre as mulheres. Por causa da alta incidência de casos, o Outubro Rosa foi criado na década de 1990 para apoiar e alertar as mulheres sobre a doença. No Brasil, a primeira iniciativa partiu de um grupo de mulheres em 2002. A ação foi marcada pela iluminação rosa do Obelisco do Ibirapuera, em São Paulo, em 2 de outubro.

A campanha tem sido um meio eficaz para alertar a população feminina sobre a importância do diagnóstico precoce. No mês de outubro, é notado por instituições médicas o aumento nas solicitações de mamografias. De acordo com o Ministério da Saúde, houve um crescimento de 35% na realização de exames, que passou de 3 milhões, em 2010, para 4,1 milhões em 2016. Até julho deste ano, foram realizados um total de 2,1 milhões de testes.

Acompanhar de perto a saúde das próprias mamas é fundamental para um processo de cura. Quando descoberto no ínicio, há 95% de probabilidade de recuperação total. O câncer, normalmente, começa com um pequeno nódulo, que pode crescer e se espalhar para áreas próximas à mama afetada, como músculos, pele e axila. 

Segundo o INCA (Instituto Nacional de Câncer), a estimativa é que quase 58 mil casos de câncer de mama devam ser registrados no País ao longo de 2017 em mulheres cada vez mais jovens e destes, 27,7 mil diagnósticos da doença acontecerão somente na região Sudeste.

PREVENÇÃO

Uma forma de previnir a doença é controlar o peso corporal ao manter uma alimentação saudável e evitar o consumo de bebidas alcoólicas. Além da mamografia, o autoexame é um excelente método para a identificação de quaisquer irregularidades. Cerca de 66,2% das descobertas da doença ocorrem pelas próprias pacientes, de acordo com uma persquisa feita pelo Instituto no ano passado. 

Além do "carocinho", os sintomas do câncer de mama também incluem secreção com sangue pelo mamilo e alterações na forma ou na textura do mamilo ou da mama. O tratamento depende da fase em que o tumor está. Pode incluir quimioterapia, radioterapia e cirurgia. Por isso a prevenção é ainda o melhor método para o combate ao câncer de mama. Faça o autoexame regularmente e procure orientação médica imediatamente se notar alguma irregularidade. 

 

COMO FAZER:
 No banho ou deitada na cama, coloque a mão atrás da cabeça. Com os dedos da mão contrária, realize movimentos circulares, iniciando pelo mamilo e se estendendo cuidadosamente por toda mama, até chegar à axila. Se sentir dor, notar caroços ou alguma secreção saindo dos mamilos, procure um médico imediatamente.
 





Comentários

 
+ Notícias

 


Desenvolvido por Multdivision